O cheiro que o habita

agachamento

Foto: Mundo da Boa Forma

Ele não a achava especialmente bonita. Mas reconhecia nela atributos que lhe favoreciam decididamente. Tinha coxas bem torneadas e a academia parava para vê-la fazer agachamento. Era um acontecimento às segundas, quartas e sextas por volta das 11h da manhã.

Ela tinha cabelos longos, bem lisos. Parecia uma índia. Talvez uma gueixa. Os seios não eram especialmente grandes, mas se faziam notar. O quadril sabia projetar sua feminilidade com exuberância e convidava o olhar para sua cintura. Mas o que realmente o intrigava nela era o cheiro.

Era afrodisíaco.

Por vezes se aproximava dela apenas para brindar suas narinas com aquele perfume. Era forte. Embriagante, ousaria dizer.

Quando sentia aquele cheiro ele só pensava em sexo. Era imediato. Mudava completamente seu humor. Ele nunca imaginou ser tão feliz se reduzir ao mero instinto.

Sobre Reinaldo Glioche


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: