Entre a desilusão e a negação

brasil

Fotos Públicas

Acho que o Brasil está naquele ponto entre a desilusão e a negação. Para onde vai daí, para um lado ou para o outro, vai definir como serão os próximos anos da vida política do país. A desilusão pode ser pedagógica. Já o foi em outros carnavais da política brasileira. A negação, por seu turno, é perigosa. Ainda que faça parte do processo de luto que, de uma forma naturalmente tempestuosa, acomete a visão de mundo de muitos brasileiros.

Uma médica que se recusou a atender a filha de “uma petista” e pessoas que votaram em Michel Temer, que compunha chapa com Dilma Rousseff, o atacando e chamando-o de “golpista” são dois extremos de um destempero crescente no país que reiteradamente dá sinais de imaturidade democrática, ainda que as instituições pareçam seguras e sólidas o suficiente.

Percebo uma guerra de desinformação articulada com tanto esmero nos corredores do poder – e esses corredores compreendem também a mídia – que sobrepuja o impulso de informar. Mas essa responsabilidade recai, majoritariamente, sobre o governo que, instado a se defender, lançou mão de uma retórica socialmente convulsiva e que afronta as instituições democráticas brasileiras.

Não pretendo discutir a legalidade desse ou daquele ato de quaisquer parte que seja. Fazê-lo seria me desvincular do objetivo deste artigo que é atentar para o obscurantismo que mergulhamos, todos, neste momento da conturbada agenda política do país. Exageros estão sendo cometido de todas as partes. O Brasil faz o brasileiro passar vergonha e vice-versa.

Sobre Reinaldo Glioche


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: