UM NOVO TEMPO

Nas noites mais longas, onde o espírito se desprende para outros espaços, encontro você nos caminhos do equinócio e voltamos ao tempo do austral, quando nossas epidermes trocavam carícias e nos envolvíamos em mesclar desejos.
Forças da natureza e que, assim como as árvores, simbolizam que nos despimos de folhas que amarelecem e ganhamos novos contornos para anunciar outras investidas. Renovamos energias para seguir adiante, como se eterno fosse esse estado, mas sabíamos que não duraria mais que algumas temporadas. Hoje, nesse átimo de reviver esse passado, a certeza de que minha árvore frondosa gerou muitos amores – intensos e curtos.
Da noite veio o dia, e o sol, mesmo com menos intensidade, atingiu as linhas do Equador. Meu hemisfério, assim como o Sul, estava integrado e pronto para abraçar e entender os mistérios que nos movem levados por essa eterna metamorfose.
No primeiro olhar pelas frestas da janela, o sonho me trouxe para a realidade e divisei que algumas folhas dançavam nas calçadas, indo e vindo. Entendi que estava no outono, me solidarizando com as lembranças e ganhando espaço para, mais adiante, chegar ao solstício do inverno.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: