Conveniências

buque

“Pela lei os declaro marido e mulher”.

Nem mesmo se entreolharam. Ele fingiu ocupar-se da caneta. Ela levou a mão à fronte numa alusão febril. Do mesmo modo que entraram saíram e ainda que o peso do estado civil tivesse sido alterado, a vida do lado de fora parecia clara e comum como antes. Apertaram-se as mãos e sorriram aliviados. Afinal então as obrigações com um mundo que não era deles não causaria tanto estrago assim.

Anúncios

Sobre Marina Costa

Vegetariana, sagitariana, feminista e humana, emanando energias para que nossa vida nesse cosmo infinito tenha um sentido no fim. Mesmo que seja o de produzir ecos de bons sentimentos e só... Ver todos os artigos de Marina Costa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: