Achado

cao

Ele apareceu junto com o sol, que depois de muito se esconder entre nuvens despontou pleno e quente na manhã que se fez nova. O brilho de um recaiu sobre o outro e ao olhar dela a luz dos olhos dele chegou. Hipnotizada, observava estática o vento balançar-lhe os cabelos negros e esquecida do momento, sentia como melodia as palavras que ele dizia, sem ousar entender. Ele riu. Ela, desperta, emendou um sorriso cúmplice. Deram-se as mãos. Naquela longa e inóspita estrada ela que andava um pouco distraída, tinha encontrado algo real. Agradeceu a boa estrela do destino e o seguiu.

Anúncios

Sobre Marina Costa

Vegetariana, sagitariana, feminista e humana, emanando energias para que nossa vida nesse cosmo infinito tenha um sentido no fim. Mesmo que seja o de produzir ecos de bons sentimentos e só... Ver todos os artigos de Marina Costa

4 respostas para “Achado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: