Faixa Viva

Reprodução Internet

Reprodução Internet

A prefeitura de Santos comemora este ano o quarto aniversário da implantação da campanha Faixa Viva, e para tal distribuiu faixas pela cidade – não de pedestres, mas daquelas que vão de um poste a outro. O que será que estão comemorando? – me perguntei. Não é possível que comemorem o cumprimento dos objetivos últimos da campanha – estamos longe disso. E portanto meus aplausos vão apenas para a iniciativa do projeto, e não para as velinhas de aniversários – ainda não há motivo para festa. A saga que vou resumir faz parte do atual cotidiano do trânsito santista nos horários de pico, onde todos, pedestres e veículos, têm pressa.

O cidadão se aproxima da faixa e exibe um olhar desolador para o afluxo maciço de carros, motos e bicicletas. Ato contínuo, pisa na faixa e mantém uma distância mínima dos carros para que possa ser mais bem visto sem ser atropelado. Aqui, normal e primeiramente, o pedestre aposta na boa vontade: quem sabe a sua necessidade de chegar ao destino sensibilize os motoristas que lhe tiram um fino? Constatando que a sincronização dos semáforos não lhe permite uma brecha e que o trânsito gentil é um mito, alguns corajosos – com um gesto orientado pela prefeitura –, esticam o braço para o interior da pista para sinalizar aos condutores que a faixa é viva, vivíssima!

Nesses casos, algumas vezes os carros da faixa de rolamento mais próxima ao cidadão gesticulador desaceleram, mas os que vêm na faixa ao lado quase sempre continuam velozes, pois não viram o sinal pedinte. De modo que o pedestre agora se encontra à frente de uma fileira de carros parados, aflito, acenando para que a segunda fileira se comporte como a primeira, o que felizmente ocorre, cedo ou tarde. Mas se engana quem acha que então tudo está resolvido. Nem tudo. Pois agora precisa se certificar que não há perigo vindo do corredor, que não há uma motocicleta buzinando freneticamente em sua direção. Se houver, novamente arriscará seu braço, que vale mais que um retrovisor.

Assim, vencida a epopeia, enfim nosso herói atinge o outro lado da rua e confirma o comemorado sucesso da Faixa Viva!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: