Selfie

Mônica arrombou a vitrine de uma loja. Pegou um vestido preto, com detalhes em renda na barra e paetê no busto. Totalmente o seu estilo. Fez isso porque mais tarde irá a uma festa. Na festa vai fazer várias selfies. Ela não tinha mais roupa nenhuma, quer dizer, quase nenhuma inédita, o que é praticamente a mesma coisa. Quem se lembraria de uma produção repetida? Qualquer um que abrisse seu perfil no Facebook. E tem quem faça isso? Mônica faz. E se ela faz, os outros também. A Alicia é uma que vive fazendo isso (repetindo roupa), muda o brinco, o sapato, faz do vestido blusa ao enfiá-lo por dentro da calça, mas é óbvio que dá pra reconhecer. As pessoas reparam, sim. E comentam como ela, Mônica, anda sempre bem vestida. A única roupa repetida que ela se permite é aquela legging preta, com a malha com capuz também preta que é capturada pela câmera do shopping – são peças exclusivas para os crimes fashion. Mas o retrato não é dos melhores, ela já estava com uma perna do lado de lá do muro. O coque do cabelo cacheado, preso sob o capuz, já soltava algumas pontas, mas ainda parecia um desleixado calculado.  Os policiais apreciaram o ângulo do flagra, admirando os glúteos da nova ladra da cidade. “Que flexibilidade!”, um deles comentou ao repórter do Diário. “São as aulas de ioga, seu lindo”, pensou Mônica ao ler a notícia. Pena é que não poderia usar o vestido rendado essa noite, daria muito na vista. A matéria sobre o furto estava sendo compartilhada por todos os conhecidos nas redes sociais, um saco. Só porque era uma loja Vip. Teria que vestir o outro vestido, um de couro, super sexy, que ela vinha reservando para uma ocasião de extrema necessidade, quando não tivesse um puto na conta ou não conseguisse dar algum pulo. Porque, sinceramente, quem consegue comprar tanta roupa trabalhando, né?

Anúncios

Sobre Aline Viana

Aline Viana nasceu em São Paulo, em 1981, mas prefere que não espalhem a que safra pertence. É formada em jornalismo. Cansada de tanto quem, o quê, quando, onde, como e porque resolveu entrar em um curso de crônicas. Foi um santo remédio para recuperar a saúde de seus textos. Se o diagnóstico está correto, você pode checar nos blogs: cronicasdas12.blogspot.com e semanalmente no vidasetechaves.wordpress.com . Novos pareceres são sempre bem-vindos. Ver todos os artigos de Aline Viana

2 respostas para “Selfie

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: