Interiores

Era uma quarta-feira cinzenta, daquelas que nos ameaçam com preguiça, chuva e devaneios. Era, também, o dia do retorno dela. Anos depois de ter partido. Ele não dormira e a quarta acinzentou-se diante de seus olhos. Levantou em um pulo. As costas reclamaram, mas ele não se abateu. A idade era um detalhe.

No carro ouvia “A thousand Miles”. Era uma música bobinha, mas o transportava para outro lugar. Para outro tempo. Para quando ela ainda não tinha partido.

No aeroporto, a informação de que o voo não só atrasara como fora transferido para outro aeroporto. E lá foi ele enfrentar a cidade chuvosa novamente. Mas era o dia do retorno dela.

Não há nada no mundo capaz de ofuscar o prazer de ouvir “papai” novamente. Parado no trânsito, em meio a buzinas e gritaria, ele sorria. Era o dia do retorno dela.

Anúncios

Sobre Reinaldo Glioche


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: