Eduardo Cunha venceu

Eduardo Cunha (Foto: Veja)

Eduardo Cunha (Foto: Veja)

O presidente da Câmara salvou minha quarta-feira no Vida a Sete Chaves, mas pode ter deflagrado um dos momentos mais obscurantistas já experimentados pelo Brasil no que concerne os direitos trabalhistas. Cunha bateu o pé e a despeito de uma percepção majoritariamente negativa da opinião pública, colocou o projeto que regulamenta a terceirização no país em votação. Como o grande cacique do Congresso que é, Cunha aprovou o texto base que muda radicalmente as relações trabalhistas no Brasil. Vivemos uma situação anacrônica em que o Congresso afronta violentamente os anseios do povo. A lacuna de representatividade já era notória e virulenta, mas a matéria em pauta assevera que a crítica e desgastada relação do povo com seus parlamentares atinge escala calamitosa.

Eduardo Cunha é hoje o político mais poderoso do país e ele quer fazer barulho. O resto é matemática.

Anúncios

Sobre Reinaldo Glioche


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: