Jogo da memória (Bia Bernardi)

– Bom dia.

– Bom dia.

– Ei…

– Eu? Pois não?

– Você não é o… Ah, é sim! Nossa, como você tá diferente, quase que não te reconheci!

Pausa. Quem é ela? Nunca vi, nem loira, nem morena. Vizinha, amiga, sobrinha de alguém, será?

– Oi… É que acho que faz tempo que a gente não se vê.

– É mesmo!

– E você, trabalha aqui nessa escola?

– Estágio da facul, comecei mês passado. Mas você mudou bem, emagreceu… Tá lá na academia ainda?

Tá. É da academia, menos mal. Agora é só puxar nos arquivos da memória que…

– Tô meio fraco, vou lá dia não, outro também. Quando vou é mais de tardezinha, mesmo.

– Eu dei uma parada, deu pra ver, né? Faculdade, não tem jeito.

– Sei bem, já tinha minha fase, também não sou mais o mesmo rato. O trabalho pesou.

– Meu marido é que não larga aquelas anilhas, é quase um caso de amor! Perco feio pra elas…

Calma. Marido, marido, marido… taqueospariu, quem é???

– Que nada! Ele é que tá certo… Exercício libera endorfina.

– Haja endorfina, então!!

– Bom, pelo menos ele não vai ficar de mau-humor tão cedo!

– Tem razão! E ele vai curtir em saber que te encontrei.

Caraca. Tem o marido também… Bem que o Bola disse que eu tô mal de memória…

– Ah, manda um abraço lá pra ele, pô!

– Mando sim! Mas acho que vocês se encontram entre uma abdominal e outra.

– Capaz… Tô por lá sempre por volta das cinco, seis horas.

– Então com certeza vocês vão se esbarrar. Ele sempre comenta do dia que você levou o bolo de cenoura com chocolate, que todo mundo quis te matar!

Porra, então mata! Porque pra não lembrar de um bolo de chocolate é que a coisa tá feia mesmo. A dose de fósforo vai ter é que ser de injeção, direto no cérebro…

– É… Memória boa a dele, hein!

– Nossa, você não viu nada! Ele tem memória de elefante! Já eu… Pareço a Dori, do filme, sabe?

– Sei, já vi, bem bacana! Mas ele é gente boa…

– O Beto? Ele é. Nossa, vai lembrar de você na hora!

Pronto. Beto. Grava esse nome, grava esse nome. Beto. Grava: Beto. Beto??

– Poxa, legal! Vou ficar de olho o dia que eu for pra academia pra bater um papo com ele.

– Isso, vai sim!

– Bom, preciso ir. Bom te ver.

– Você também, Julinho!

Julinho? Espera. Deixa eu anotar o endereço da escola pra mandar entregar o fosfozol aqui.

Bia Bernardi

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: