… E diga ao povo que fico!

São exatamente 23:39 de quarta-feira e escrevo por capricho. Talvez não queira perder a valorosa estatística de nunca ter perdido uma quarta-feira no Vida a Sete Chaves. Mas enquanto à quinta dobra a esquina, me pergunto: sobre o que escrevo? Só me restam 20 minutos. Existe coisa menos original do que escrever sobre crise criativa? Eu mesmo venho discorrendo bastante sobre isso? E sobre falta de tempo? Tenha dó! Só quem não corre mesmo hoje é o Rubinho! O Brasil é lúdico, diz-me o macaco Simão. Tocou Neymar é gol, brada o MC. E ele matou o pobre do Panamá. E vai ter Copa Brasil! Greves, caos, filas em hospitais também. Paulo Betti e Thiago Lacerda se estranharam no Facebook, mas quem não se estranha no Facebook se cutuca, não é verdade?

23:41. Socorro! Preciso escrever sobre algo relevante! Não tenho recebido queixas sobre o que tenho escrito, mas o silêncio pode ser interpretado como uma forma de protesto. Talvez não no Brasil, mas em algum lugar.

Enfim, até quarta que vem. Prometo chegar mais cedo!

Anúncios

Sobre Reinaldo Glioche


2 respostas para “… E diga ao povo que fico!

  • Pat

    Nada que valha a pena ser lido ou que valha 5 minutos do precioso tempo do leitor, Seria mais digno e inteligente passar o posto para algum cronista mais entusiasmado. Nada mais coerente para alguém que vem há muito tempo se arrastando em cônicas sobre falta de tempo e assunto.
    Puro capricho e mente tinhosa. Critica feita e assinada.

  • Aline Viana

    “O silêncio como forma de protesto” foi ótemo 😛

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: